QUANDO
TERMINE
A CONTAGEM
REGRESIVA

Capítulo 5
AS SETE TROMBETAS DE APOCALIPSE



DESDE QUE DEUS colocou os primeiros seres humanos na Terra, Ele tem enviado ao mundo várias pessoas para falar ao mundo sobre Suas verdades. Pessoas que viveram de acordo com Seu caminho de vida. Entre essas pessoas estão apóstolos e profetas a quem Deus revelou mais verdades e lhes deu mais entendimento sobre coisas que eles deviam falar a outros. E isto tem sido assim durante 6.000 anos. Desde o começo Deus foi revelando cada vez mais, progressivamente, sobre Seu plano e propósito para a existência humana. Esta é uma história incrível! Uma história da que a grande maioria das pessoas nunca ouviu falar.

E foi somente quase 4.000 anos depois que Deus criou o primeiro homem, Adão, que Ele enviou Seu Filho, Josué, o Cristo, para começar a revelar assuntos espirituais desconhecidos até então. Cristo também começou a revelar mais coisas sobre o plano e o propósito de Deus para a criação dos seres humanos.

Quando os três anos e meio do ministério de Josué, o Cristo estava chegando ao fim muitos judeus, incluindo seus próprios discípulos, pensavam que ele tinha vindo como o Messias e que seria então que ele estabeleceria o Reino de Deus na Terra. Eles pensavam que ele tinha vindo para libertar-lhes do domínio e da opressão do Imperio Romano e para estabelecer seu reinado. E por muito que ele lhes tenha dito claramente que seu reino seria estabelecido somente mais tarde, eles não puderam entender isto.

Cristo lhes falou sobre o tempo do fim e sobre os acontecimentos que levariam à sua segunda vinda como o profetizado Messias, aquele que foi ungido para ser rei. Porém nenhum deles entendeu que ele tinha vindo para morrer como o cordeiro do Pessach. Mesmo depois que Cristo morreu e subiu ao céu eles seguiam esperando que ele fosse regressar (ainda na época que eles viviam) como o Messias para reinar sobre as nações.

Algumas décadas depois, a Igreja ainda esperava a volta de Cristo. E então Deus começou a revelar à Igreja que Cristo não voltaria tão cedo. Então eles não sabiam que se passariam quase 2.000 anos antes que Cristo volte.

Cristo revelou ao apóstolo Paulo que acontecimentos muito específicos deveriam ser cumpridos antes que ele pudesse voltar. O principal acontecimento sobre o qual Paulo escreveu ocorreu no dia 17 de dezembro de 1994. O que Paulo descreveu é tão relevante para o fim desses 6.000 anos de autogoverno do homem que isso é revelado como o mais importante marcador profético para a contagem regressiva para quando o Reino de Deus será estabelecido na Terra. Este seria o sinal para a Igreja de Deus de que a segunda vinda de Josué, o Cristo, está próxima. Nesta data, o Primeiro Selo de Apocalipse foi aberto e começou a contagem regressiva para a Terceira Guerra Mundial.



Os Selos de Apocalipse

Quase 90% das profecias da Bíblia falam sobre o tempo do fim. Mas, embora sejam muitas as profecias que estão escritas na Bíblia sobre o tempo do fim, o entendimento e a revelação dessas coisas permaneceram ocultos e selados até o momento de sua revelação e cumprimento. E esse momento é agora!

Eu mencionei antes que Deus deu a Daniel profecias sobre a ascensão e queda de nações e reinos. A última parte dessas profecias é a revelação sobre um Império Europeu, que se levantaria e cairia muitas vezes em um período de pouco mais de 2.000 anos. E seria durante o último profetizado ressurgimento desse império que Deus ia revelar ao mundo os últimos acontecimentos do tempo do fim. Porém, a maioria das pessoas não dará ouvidos ao aviso dessas revelações.

Deus mostrou ao profeta Daniel essas profecias sobre a ascensão e queda dos proféticos reinos do mundo e sobre o período de tempo profético que conduziria à segunda vinda do Messias. Daniel queria entender mais sobre o que Deus lhe havia mostrado, mas Deus então lhe disse que o que Ele lhe havia mostrado não era para o seu tempo e que essas profecias deveriam permanecer seladas até o tempo do fim.

O livro de Apocalipse fala principalmente sobre os últimos acontecimentos do tempo do fim e descreve esses acontecimentos com muito mais detalhes do que as profecias que Deus deu a Daniel. E agora quase 1.900 anos já se passaram desde que essas profecias foram dadas a João, o último dos primeiros apóstolos. Essas revelações foram dadas a ele quando ele estava preso na ilha de Patmos, aonde ele tinha sido enviado pelo governo romano. João então escreveu tudo o que lhe foi revelado.

Embora João tenha escrito fielmente tudo o que lhe foi revelado, ele não entendeu o que ele escreveu. Porque o tempo do fim ainda não tinha chegado. E, como Daniel, nada do que João escreveu era para seu tempo. Essas coisas também foram seladas. E foi somente 1.850 anos depois que Deus começou a revelar uma pequena parte do significado dessas coisas ao Sr. Herbert W. Armstrong. Contudo, em 1994 Deus começou a acelerar esse processo de revelação progressiva e começou a revelar tudo sobre o tempo do fim.

No começo do livro de Apocalipse há um relato no que alguém diz que ninguém foi considerado digno de abrir os Selos de Apocalipse e revelar seu significado. E, a seguir, outra pessoa diz que Josué, o Cristo, o sacrifício do Pessach por toda a humanidade, foi considerado digno de fazer isso. Esta parte da história ajuda a explicar mais claramente como Deus revelaria o significado dos Selos de Apocalipse e que seria Cristo quem os abriria.

Tudo o que Deus revela a Cristo, todas as verdades que Deus dá a Cristo, Cristo por sua vez revela à Igreja, da qual ele é o Cabeça. É por meio da Igreja de Deus que essas coisas estão sendo reveladas agora no tempo do fim. Essa é a mesma Igreja de Deus a que Deus chamou o Sr. Herbert W. Armstrong para ser Seu Apóstolo; a mesma Igreja que foi fundada no ano 31 d.C.

Mas o que são os Selos do Apocalipse? Esses selos são revelações sobre o tempo do fim, sobre acontecimentos que ocorreriam em um momento muito específico, levando à Terceira Guerra Mundial e ao fim da presente era, quando o Reino de Deus será estabelecido para governar a Terra. Deus revelou a João sobre esses Selos para que ele pudesse escrever sobre isso. E desde então esses Selos permaneceram fechados, para que ninguém pudesse entender o que eles significam até que chegasse o momento e estes acontecimentos começassem a ocorrer.

O livro do Apocalipse pode parecer confuso para as pessoas, porque ele está dividido em diferentes tipos de profecias, que são descritas como os Sete Selos, os Sete Trovões, as Sete Trombetas, os três Ais e as Sete Últimas Pragas. E quando uma pessoa começa a estudar essas coisas, tudo isto pode parecer bastante impressionante. É por isso que neste livro eu vou falar de uma maneira muito específica sobre os Selos de Apocalipse. E talvez isso possa parecer difícil no começo, mas à medida que você continuar lendo, você verá como tudo começa a se encaixar perfeitamente.

Neste capítulo vou falar principalmente sobre o Sétimo Selo, que abrange o cumprimento dos acontecimentos anunciados pelas Sete Trombetas. O fato de que Josué o Cristo já abriu todos os Sete Selos é algo que deve impactar a todos que entendam o que isso significa. Assim de perto está a Terceira Guerra Mundial! E o significado de todos os Sete Selos foi revelado à Igreja de Deus.

Embora o Sétimo Selo já tenha sido aberto e as Sete Trombetas já tenham sido tocadas, os acontecimentos anunciados por essas Trombetas ainda não começaram a ocorrer.

Como eu disse antes, o Primeiro Selo de Apocalipse foi aberto no dia 17 de dezembro de 1994. Vou falar sobre isso com mais detalhes nos próximos capítulos, mas agora você deve entender que os primeiros quatro Selos revelam acontecimentos que ocorreram na Igreja de Deus, acontecimentos proféticos que foram o sinal para o começo de uma contagem regressiva muito específica que agora está em andamento.

As pessoas que dizem entender o significado dos primeiros quatro Selos, também conhecidos como os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, na realidade não entendem o significado dessas coisas. É por isso que muitas pessoas que têm um conhecimento superficial das coisas que estão escritas no livro do Apocalipse serão pegas de surpresa quando começar a total destruição dos EUA; porque esses acontecimentos são anunciados pelas primeiras quatro Trombetas do Sétimo Selo. Essas pessoas ficarão em choque quando comece a Terceira Guerra Mundial, porque elas pensam que essa guerra ainda está muito distante. Elas pensam que os primeiros quatro Selos de Apocalipse anunciam coisas que acontecerão no mundo e que, com o tempo, esses acontecimentos levarão o mundo à Terceira Guerra Mundial. Elas não sabem que esses acontecimentos já ocorreram e que eles estão relacionados com a Igreja de Deus e não com o mundo.

Desde que ocorreu o acontecimento anunciado pelo Primeiro Selo em dezembro de 1994 - acontecimento do que Paulo fala - Cristo revelou muitas outras coisas sobre outros acontecimentos que também já se cumpriram.

E devido a certas coisas que Cristo revelou a Igreja – e tão rapidamente – sobre as profecias para este tempo do fim e também devido a que muitos desses acontecimentos se encaixam perfeitamente em períodos proféticos muito específicos, a Igreja pensou que Deus estava revelando uma data específica para a vinda de Cristo. Mas esse não era o caso.

Cometemos erros ao determinar datas ou um ano específico para a segunda vinda de Cristo. E como resultado dessa experiência a Igreja – e mais especificamente a liderança da Igreja – amadureceu e aprendeu com seus erros e agora pode entender muito mais sobre essas coisas.

Agora na Igreja simplesmente falamos sobre marcadores proféticos que Deus revela para este tempo do fim, para que as pessoas possam permanecer alertas, permanecer em guarda, se elas assim o quiserem, e observar esses marcadores conforme esses acontecimentos se desenrolam. Dessa forma, as pessoas podem estar muito melhor preparadas para quando esses catastróficos acontecimentos ocorrerem.



Esquema dos acontecimentos do tempo do fim

Um esquema com as várias divisões do livro de Apocalipse pode ajudar uma pessoa a entender melhor a sequência dos acontecimentos proféticos do tempo do fim. Não é necessário falar sobre todas essas divisões no presente livro. Vou falar somente sobre os pontos mais relevantes, para explicar os principais acontecimentos deste tempo do fim.

Os Sete Selos: abertos por Josué, o Cristo

1º ao 5º Selos abertos: Acontecimentos que têm a ver com a Igreja de Deus


6º Selo aberto: os Sete Trovões que se cumprem

O primeiro trovão começou a retumbar no dia 11 de setembro de 2001

Todos os trovões continuam retumbando até a Sétima Trombeta


7º Selo aberto: Sete Trombetas que se cumprem

1ª a 4ª trombeta: Destruição dos EUA

5ª Trombeta: 1º Ai - a União Europeia vai usar armas nucleares

6ª Trombeta: 2ª Aí - 1/3 dos seres humanos serão destruídos

7ª Trombeta: Começa com a vinda de Cristo como Rei e termina com o 3º Ai.


O primeiro que aparece neste esquema são os Sete Selos. Deus revelou que Josué, o Cristo, era quem abriria cada um desses Selos. Durante os últimos anos Cristo abriu todos esses Selos e revelou seu significado para sua Igreja.

O mundo não foi ciente dessas coisas. E muito menos uma grande parte da Igreja que se dispersou depois da Apostasia foi ciente dessas coisas. E isso é devido a que os primeiros cinco Selos anunciam acontecimentos que ocorreriam na Igreja de Deus. É importante entender a Apostasia que ocorreu na Igreja de Deus e os acontecimentos revelados por esses Selos. Falarei sobre isso com mais detalhes no Capítulo 6. Porque é olhando para esses acontecimentos, e quando eles ocorrem, que uma pessoa pode saber quando começa a contagem regressiva para a Terceira Guerra Mundial.

Logo depois disto o Sexto Selo foi aberto, mas Cristo só revelou isso quando ele revelou o significado dos Sete Trovões. Esses Sete Trovões foram revelados ao apóstolo João, mas Deus disse a ele para não escrever sobre o significado desses Trovões, porque isso era algo que não seria revelado até o tempo do fim.

Esses Trovões não são parte deste livro, cujo assunto é a contagem regressiva para a Terceira Guerra Mundial. Esses Trovões são explicados com mais detalhes no livro que eu escrevi anteriormente, 2008 - O Último Testemunho de Deus, que você pode encontrar no site da Igreja de Deus (www.cog-pkg.org/pt/publicacoes).

Somente o Primeiro Trovão é relevante para o contexto desses Selos, pois o dia em que o Sexto Selo foi aberto, 11 de setembro de 2001, foi também o dia da revelação do Primeiro Trovão, que anuncia o começo do “terror da guerra” no tempo do fim. E desde então esse Trovão já retumbou muitas vezes, mas as pessoas estão surdas para isso, já que elas não reconhecem isso.

Depois do Sexto Selo, segue-se a abertura do Sétimo Selo. Este Selo está dividido em sete períodos de tempo específicos (as Sete Trombetas) que anunciam os principais acontecimentos catastróficos do tempo do fim que agora estão começando a se cumprir. O mundo inteiro vai vivenciar esses acontecimentos. E se as pessoas sabem o que está escrito aqui, elas saberão exatamente o que estará acontecendo e o que acontecerá depois.

As primeiras quatro Trombetas do Sétimo Selo anunciam o colapso dos EUA. E neste capítulo eu vou falar sobre todas essas trombetas e o que elas significam. Tudo isso será explicado.

Os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta começarão a se cumprir quando 10 nações da Europa concordarem em participar de uma guerra, a última guerra. Isso é chamado de O Primeiro Ai. Depois disso, ainda restam dois Ais. Os dois primeiros Ais anunciam uma enorme destruição. 1/3 de toda a vida na Terra será destruída.

Quando os acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta se cumpram, Cristo virá como Rei dos reis para reinar no Reino de Deus. E quando isto ocorrer, Deus vai pôr um fim a Terceira Guerra Mundial.

Deus cumpre Sua Palavra de maneira muito organizada e precisa. Todas as profecias se cumprem com muita exatidão. O uso do número 7, que profeticamente representa algo que está completo, revela como Deus vai acabar com o autogoverno do homem e estabelecer o governo de Seu Reino. Porque depois de 6.000 anos de autogoverno dos seres humanos, começará o reinado de Josué, o Cristo, que reinará por 1.000 anos. E a soma disto (6.000 + 1.000) é 7.000 anos, que é o tempo que Deus concedeu aos seres humanos. Depois disso virá o que é conhecido como o Último Grande Dia, e também como o Juízo do Grande Trono Branco, um período de 100 anos depois do Milênio.

Os Selos de Apocalipse começaram a ser abertos em 1994. Agora, na época em que vivemos, o Sétimo Selo já foi aberto e já não há mais selos por abrir. E essa realidade em si mesma grita ao mundo que estamos muito perto da Terceira Guerra Mundial. Esta guerra se aproxima rapidamente!



Aberto o Sétimo Selo

O Sétimo Selo foi aberto no dia 14 de novembro de 2008. E depois as Sete Trombetas foram tocadas, no dia 14 de dezembro de 2008. Mas os acontecimentos da tribulação física anunciados por essas Trombetas ainda não começaram a se cumprir. Esses acontecimentos estão sendo protelados. E a razão para isso é algo realmente incrível.

Se você sabe o que é essa obra que está fazendo com que os acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas sejam protelados, então você poderá saber e compreender muitas outras coisas. A conclusão dessa obra é o que determina quando os mais terríveis e catastróficos acontecimentos do tempo do fim começarão a ocorrer. Estes acontecimentos, que até agora estão sendo protelados, causarão a completa paralisação da nação mais próspera e poderosa que o mundo já conheceu: os EUA da América. E logo depois disso começará uma guerra nuclear em grande escala, a Terceira Guerra Mundial.

Observe o que está escrito na Bíblia sobre os anjos que tocam as primeiras quatro Trombetas.

E, depois destas coisas, vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir da banda do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, dizendo: “Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos colocado o selo de Deus na testa os servos do nosso Deus.” E ouvi o número dos que receberam o selo de Deus, e eram cento e quarenta e quatro mil... (Apocalipse 7:1-4).

Como eu disse antes, nos últimos 6.000 anos Deus tem chamado certas pessoas, tem trabalhado com elas, tem dado a elas a oportunidade de serem treinadas e moldadas por Ele. O propósito de Deus com isso é preparar futuros governantes que começarão a governar quando Seu reino for estabelecido na Terra quando o Milênio começar. Mais adiante no livro de Apocalipse está escrito que eles serão ressuscitados para reinar com Josué, o Cristo, quando ele venha pela segunda vez.

Está escrito sobre essas pessoas que elas amadureceram até certo ponto em suas vidas e receberam o selo de Deus, e que elas serão parte dos 144.000 que virão com Cristo. Vou falar sobre isso com mais detalhes mais adiante, mas agora é importante que você entenda que até que Deus termine esta obra e coloque Seu selo sobre aqueles que ainda faltam para completar os 144.000, os catastróficos acontecimentos do tempo do fim não podem começar. Ainda faltam alguns que devem receber o selo de Deus para completar os 144.000.

Receber o selo de Deus é algo que ocorre a nível espiritual. Deus coloca Seu selo na mente daqueles que Ele está transformando, moldando e formando para ocupar lugares muito específicos em Seu governo. E só Deus sabe e determina quando uma pessoa pode receber Seu selo. A preparação e realização de tal tarefa não é algo exato, como em um processo. E isso se deve ao fato de que Deus deu a todas as pessoas o livre arbítrio, a liberdade de escolha.

Moldar uma mente para que ela possa receber o selo de Deus é algo que só se pode conseguir quando uma pessoa escolhe aceitar o que Deus lhe revela. Se uma pessoa prossegue aceitando o que Deus lhe revela e se esforça para viver de acordo com a verdade, então, depois de longo tempo, a mente dessa pessoa pode mudar, pode ser transformada, até o ponto em que Deus possa dizer a essa pessoa o mesmo que Ele disse a Abraão: “Agora Eu te conheço”.

Todos os 144.000, que serão ressuscitados à vida espiritual para reinar com Cristo, passaram por esse longo e difícil processo. Suas mentes foram transformadas e eles alcançaram uma convicção inabalável sobre sua fidelidade à vontade, ao propósito e ao caminho de vida de Deus. O caminho de vida de Deus é o caminho que produz bom senso e que leva à paz, à prosperidade e à plenitude de vida. Não é algo hipócrita e falso como o que alguns seguidores de certas religiões costumam exibir.

A verdade é que Deus tem trabalhado para preparar 144.000 pessoas para governar com Cristo em Seu Reino. E só Deus pode saber quando cada uma dessas pessoas recebe Seu selo, porque Ele é quem faz essa obra. E por esta razão ninguém pode saber a data ou a hora exata da vinda de Cristo.

Mas há algo que você sim pode saber! O fato de que vivemos em uma época em que os catastróficos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas estão sendo protelados deve ser um tanto alarmante. Não deve ser difícil entender que esses acontecimentos não serão protelados por muito mais tempo, pois em breve a obra de colocar o selo de Deus nos poucos que faltam para completar os 144.000 será concluída. E então os acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas começarão a suceder. O fato de que todos os Sete Selos já foram abertos e que agora resta apenas uma grande devastação, que pode ser desencadeada a qualquer momento, nos diz claramente que estamos na fase final do tempo do fim!



AS PRIMEIRAS QUATRO TROMPETAS:



Revelação sobre a paralisação dos EUA

As primeiras quatro Trombetas do Sétimo Selo anunciam a destruição dos EUA. Essa nação é a nação mais poderosa neste tempo do fim, e o propósito dos acontecimentos anunciados por essas quatro Trombetas é pôr fim ao seu domínio, influência e poder neste mundo. EUA será a primeira nação que Deus humilhará, porque é a nação a que Deus deu mais oportunidades de dar ouvidos a Ele. Mas como essa nação não deu ouvidos a Deus, o processo pelo qual os EUA serão humilhados será algo muito difícil para esta nação.

Inglaterra, Canadá, Austrália e Nova Zelândia também sentirão o impacto dos acontecimentos anunciados por essas quatro Trombetas, e também sofrerão muito com tudo isso. Mas a extensão desse sofrimento depende de como cada país responda a Deus quando os acontecimentos anunciados pela Primeira Trombeta se tornem realidade. Se essas nações não derem ouvidos a Deus quando os acontecimentos anunciados por cada uma dessas Trombetas sucedam, seu sofrimento só vai aumentar.

Apesar de que todas as Sete Trombetas foram tocadas no dia 14 de dezembro de 2008, somente mais tarde Deus revelou que os acontecimentos catastróficos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas estavam sendo protelados, porque nem todos os 144.000 tinham recebido o selo de Deus ainda. Mas quando todos eles tiverem recebido o selo de Deus, então começará a destruição dos EUA. E imediatamente todo o mundo saberá o que estará acontecendo. Isso será muito mais rápido que com acontecimentos do dia 11 de setembro de 2001.

Quando esses acontecimentos começarem a suceder, isto será o começo da Terceira Guerra Mundial. Logo depois disto as nações começarão a atacar umas a outras com armas nucleares dando começo a uma guerra nuclear a nível mundial.

No capítulo 7 do livro de Apocalipse, Deus revela a obra mais importante de todo o Seu plano; obra que deve ser concluída antes de que Ele permita que os acontecimentos anunciados pelas Trombetas comecem a suceder e comece uma grande destruição. Primeiro o governo de Deus deve estar completo e preparado, antes que Deus possa pôr um fim aos governos do mundo.

No capítulo 8 do livro do Apocalipse, esses acontecimentos são descritos em linguagem profética. Esses acontecimentos causarão a destruição dos EUA, que será a primeira nação a ser destruída. E tudo isso começará quando comecem os acontecimentos anunciados pela Primeira Trombeta.

O primeiro anjo tocou a sua trombeta, e foi lançada sobre a terra uma chuva de pedra e fogo, misturados com sangue. E foi destruída pelo fogo a terça parte da terra, das árvores e também de toda relva verde. (Apocalipse 8: 7)

Isso será explicado com mais detalhes no capítulo 6 do presente livro, mas os primeiros quatro Selos de Apocalipse revelam acontecimentos separados, que sucederam um após o outro e culminaram nos acontecimentos revelados pelo Quarto Selo. Os acontecimentos revelados pelos primeiros três Selos continuaram ocorrendo e seu poder destrutivo foi crescendo cada vez mais. A destruição causada pelos acontecimentos anunciados pelos três primeiros Selos se multiplicou e culminou no que é anunciado pelo Quarto Selo.

E o mesmo acontecerá com os acontecimentos anunciados pelas quatro primeiras Trombetas do Sétimo Selo.

Os acontecimentos anunciados pela Primeira Trombeta começam com algo que João descreve como “uma chuva de pedra e fogo que foi lançada sobre a terra”. João diz também que isto estava misturado com sangue. Isso se refere as bombas modernas, que quando são lançadas parecem fogo no céu e destroem tudo em sua trajetória. Essas armas não destroem somente a seres humanos e animais na sua trajetória, mas também a toda forma de vegetação.

E você deve entender que aqui não diz que essas coisas acontecerão em todo o território dessa nação. Isto acontecerá somente nos lugares onde essas bombas forem lançadas.

Deus não revela nas profecias de onde virá esse ataque e muito menos quem estará detrás disto. Deus somente revela que isso é o que acontecerá com a nação mais poderosa que o mundo já conheceu.

Os acontecimentos anunciados pela Segunda Trombeta, que são descritos a continuação, ocorrerão não muito depois disso. A linguagem profética usada aqui mostra que isso também pode acontecer simultaneamente. E, de acordo com sua descrição, o que João viu vai acontecer em cidades portuárias.

Depois o segundo anjo tocou a sua trombeta, e uma coisa que parecia uma grande montanha em chamas foi lançada no mar. A terça parte do mar virou sangue, morreu a terça parte dos animais do mar, e foi destruída a terça parte de todos os navios e barcos. (Apocalipse 8:8-9)

Como podia uma pessoa que viveu a quase 2.000 anos atrás descrever acontecimentos catastróficos que ocorrerão como resultado do uso das armas mais poderosas que existem nesta era moderna? Se uma pessoa tivesse que descrever um acontecimento como este, algo que fosse ocorrer hoje em uma cidade portuária, descreveria ela isto como “uma montanha em chamas que foi lançada no mar”?

O que João descreve aqui é ​​a destruição das principais cidades portuárias dos EUA como resultado dos acontecimentos anunciados pela Segunda Trombeta. Muitos navios serão destruídos. E isso implica um duplo cumprimento dessas coisas. Primeiro, um ataque destrutivo ao comércio mundial e depois um grande ataque a uma armada muito poderosa.

João diz aqui que, como resultado disso, a terça parte das criaturas vivas que estão no mar morrerão, fazendo com que as águas se transformem em sangue. E então João descreve os acontecimentos anunciados pela Terceira Trombeta.

Então o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e uma grande estrela, queimando como uma tocha, caiu do céu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes de águas. O nome dessa estrela é Absinto. A terça parte das águas se tornou amarga, e por isso muitas pessoas morreram ao beberem dessas águas. (Apocalipse 8:10-11)

Em cada um desses casos João descreveu o que ele viu da melhor maneira que ele pôde. Aqui ele descreve isso como uma estrela, algo como uma luz brilhante, que queimava como uma tocha.

Isso causará a destruição de toda a vida nos rios e poluirá 1/3 de todas as águas nos lugares desse país onde isso ocorrerá. A descrição desses acontecimentos é simplesmente um resumo da condição geral de destruição, que aumenta cada vez mais. Cada trombeta anuncia a destruição de algo específico, mas tudo isso está vinculado ao mesmo acontecimento, que é anunciado pela Quarta Trombeta.

O quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferido um terço do sol, um terço da lua e um terço das estrelas, de forma que um terço deles escureceu. Um terço do dia ficou sem luz, e também um terço da noite. Enquanto eu olhava, ouvi uma águia que voava pelo meio do céu e dizia em alta voz: “Ai, ai, ai dos que habitam na terra, por causa das outras trombetas que os três anjos ainda vão tocar!” (Apocalipse 8:12-13).

Os acontecimentos anunciados pela Quarta Trombeta são a culminação do efeito dos acontecimentos anunciados pelas três primeiras Trombetas. Isso inclui ainda mais destruição. Essa destruição será o resultado dos acontecimentos anunciados pelas três primeiras Trombetas e é algo que acontecerá em regiões específicas onde essas armas serão usadas.

A Quarta Trombeta revela que nas regiões dos EUA onde esses acontecimentos ocorrerão, a luz solar será reduzida em 1/3. E por isso as condições climáticas serão alteradas, pois a luz do sol não será suficiente para aquecer a superfície da terra. O sol já não estimulará os ciclos normais de crescimento como antes.

A falta de luz solar começará a afetar outras nações do mundo também. Essas regiões também sofrerão os efeitos do que vai acontecer nos EUA. A destruição causada pelos acontecimentos anunciados por essas quatro Trombetas resultará em uma grande escassez de alimento em muitas nações do mundo. Muitas nações dependem de produtos que são cultivados nos EUA. Os acontecimentos anunciados pela Quarta Trombeta causarão a morte de muitos milhões de pessoas.

Pela maneira como esses acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas são descritos, é bem possível que seus efeitos sejam o resultado de um ataque com uma bomba de pulso eletromagnético (EMP em Inglês). Um ataque com uma bomba de pulso eletromagnético junto com a detonação de armas nucleares em algumas grandes cidades - incluindo algumas cidades portuárias – poderia paralisar essas cidades durante algum tempo.

Cientistas fizeram cálculos aproximados dos efeitos de um ataque com uma bomba de pulso eletromagnético na parte central dos EUA. Como tais armas - que podem ser detonadas na atmosfera em uma determinada região - nunca foram usadas antes, eles só podem calcular seus efeitos são de uma maneira aproximada. Porque, devido à nossa dependência da tecnologia moderna, que é usada em todos os EUA, os efeitos de algo assim podem ser muito mais devastadores

Um ataque estratégico com três ou mais dessas bombas pode paralisar totalmente uma nação, de maneiras que as pessoas não podem sequer imaginar. Um ataque com essas armas pode fazer com que todos os veículos motorizados parem de funcionar. Os motoristas perderiam o controle de seus veículos, causando graves acidentes nas estradas. E também os aviões podem cair durante o voo.

Um ataque com uma bomba de pulso eletromagnético também pode destruir a maioria dos dispositivos eletrônicos e dispositivos controlados eletronicamente. Algo assim paralisaria toda a nação de um momento a outro e causaria um inimaginável número de mortes. Imagine que as forças armadas, todas os meios de comunicação, os hospitais, os serviços de emergência, as redes elétricas, o abastecimento de gás, as fabricas, as empresas, os postos de gasolina, os supermercados e as lojas, os centros financeiros, o abastecimento de água, os serviços de recoleção de lixo e tudo o mais ficasse temporariamente paralisado. E com “temporariamente” eu não me refiro a apenas algumas semanas, porque o efeito de algo assim pode durar meses.

Isso sem falar da destruição causada pelo uso de armas nucleares em algumas cidades. As pessoas não podem nem sequer começar a entender quão vulnerável é o mundo e que esse tipo de destruição pode ocorrer em qualquer nação a qualquer momento.

Não é tão difícil coordenar um ataque desse tipo nesta era de mísseis hipersônicos, de submarinos que podem ser usados ​​como plataforma para lançar mísseis perto das principais cidades sem dar-lhes tempo para reagir. E também não é difícil bombardear os satélites de qualquer nação com armas nucleares e efetuar ataques com bomba de pulso eletromagnético a qualquer hora.

Independentemente de como e exatamente quando isso vai ocorrer, o resultado dos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas será que os EUA ficarão paralisados ​​devido a um ataque nuclear em pequena escala.



Mais destruição virá sobre os EUA, depois que essa nação ficar paralisada

A paralisação dos EUA vai provocar um grande vácuo de poder no mundo. As nações começarão a competir para ver qual delas preencherá esse vácuo de poder. Muitas nações do mundo, cujos governos e população são controlados pela influência dos EUA e de seus aliados, estarão determinadas a impor sua própria vontade a outros. Pense em determinadas nações que há tanto tempo estão em conflito por causa de fronteiras e territórios, conflitos religiosos e políticos que nunca foram resolvidos. Já ninguém poderá controlar essas nações!

Nos últimos sete anos nos EUA a decadência moral, a arrogância e a desonestidade só aumentaram. Recentemente, Deus revelou que, por causa da maldade que corre solta nesta nação, ela vai sofrer muito mais agora do que sofreria se esses acontecimentos proféticos tivessem ocorrido no ano 2012.

A corrupção e a insensatez de muitos líderes e de grande parte da população têm crescido tão rápido que AGORA a destruição que sobrevirá a essa nação será muito maior e causará muitas mais mortes. As desavenças, o ódio, as notícias falsas, a calúnia, a perversão, a cobiça - tudo isso continua aumentando. A mente das pessoas está tão corrompida que agora Deus permitirá que mais destruição sobrevenha a essa nação como consequência dos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas.

O orgulho das pessoas cresceu muito nos últimos sete anos. A negativa das pessoas em dar ouvidos a Deus é mais categórica que nunca e a decisão de ir contra Deus é cada vez mais firme na mente das pessoas. Mas mesmo depois que essa destruição comece, essa nação ainda poderá mudar e começar a dar ouvidos a Deus. Se as pessoas fizerem isso, elas sofrerão muito menos com os efeitos dos acontecimentos anunciados pelas outras Trombetas. Porque depois disso virá muito mais sofrimento. A paralisação dos EUA será apenas o começo, porque a profecia fala de uma destruição muito maior e muito mais catastrófica.

Deus revela no livro do Apocalipse que no tempo do fim Ele enviaria duas testemunhas e que essas pessoas trabalhariam lado a lado para levar Seu aviso às nações, começando pelos EUA. Depois dos acontecimentos anunciados por essas quatro Trombetas, a extensão do sofrimento e o número de mortes dependerão da maneira como as pessoas respondam a tudo isso.

Deus colocou toda a esperança para os EUA nas mãos de Suas duas testemunhas e deu a elas e somente a elas o poder de ajudar a libertar essa nação. A extensão da destruição que sobrevirá a essa nação depende unicamente de até que ponto as pessoas vão se humilhar e da disposição das pessoas de dar ouvidos as duas testemunhas de Deus.

Deus revela que se essa nação não der ouvidos a Ele acontecimentos catastróficos como desastres naturais e pragas poderão ter um efeito tão devastador como os acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas. Esses desastres naturais poderão causar mais destruição do que as armas nucleares, que a essas alturas já haverão sido usadas contra essa nação. Tudo depende da resposta das pessoas a Deus e àqueles que Ele enviou a essa nação. O destino do povo americano está exclusivamente em suas próprias mãos e depende de se eles estão dispostos a se humilhar rapidamente quando tudo isso começar.

Quando você lê sobre esses acontecimentos do tempo do fim, que em breve começarão a ocorrer em todo o mundo, lembre-se de que uma importante transição acontecerá neste mundo. Deus vai permitir que os seres humanos comecem um inevitável processo de autodestruição. Todos esses acontecimentos que foram profetizados devem se cumprir, pois somente então se produzirá o tipo de mudança necessária para que o Reino de Deus possa ser estabelecido quando Seu Filho vier reinar. Talvez isso seja difícil de entender agora, mas tudo ficará muito mais claro à medida que você continua lendo.

Deus vai permitir que os seres humanos sejam confrontados com a possibilidade de seu autoextermínio. Porque é através dessa experiência que os seres humanos podem ser levados a uma mudança em sua própria natureza. Deus sabe quão longe esta experiência deve ir para acabar com o autogoverno do homem para que eles possam desejar, aceitar e apoiar Seu governo quando este for estabelecido.

EUA será a primeira nação a sofrer uma grande destruição como resultado dos acontecimentos do tempo do fim. O alvo dos acontecimentos anunciados pelas primeiras cinco Trombetas é esta nação. E, novamente, isso é algo profético. Porque Deus deu a essa nação grandes riquezas e muito poder. Mais que a qualquer outra nação ao longo da história. Mas essa também é a nação que mais se rebelou contra Deus. Essa nação não deu ouvidos a Deus. Mesmo sendo a nação que teve mais oportunidades de ouvir a Deus nos últimos 70 anos.

Nem o governo nem o povo dos EUU reconheceram ao Sr. Herbert W. Armstrong como apóstolo de Deus, e muito menos deram ouvidos a seus avisos. Muito pelo contrário! O que o governo dos EUA fez no final da década de 1970 foi tentar assumir o controle da organização e destruir a Igreja de Deus, da qual o Sr. Armstrong era o apóstolo de Deus. E em 2012 eles tentaram destruir a Igreja de Deus novamente. E Deus não deixa passar uma afronta tão direta a Ele.

Mas os EUA e/ou seu povo podem começar a se humilhar e a dar ouvidos a Deus, se eles assim o quiserem. Isso é algo que Deus profetizou há muito tempo atrás. Deus deu aos EUA muitas oportunidades de ouvir Suas advertências sobre o tempo do fim. Mais que a qualquer outra nação do mundo. E é por isso que você pode ter certeza de que Deus vai humilhar os EUA. É por causa do seu orgulho que essa nação agora está à beira do colapso econômico. E esse colapso econômico vai produzir um colapso global. E esse será o principal fator que vai desencadear os acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas.

A profecia revela que além da destruição causada pelos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas, EUA também vai sofrer com as pragas e a destruição anunciadas pelos Trovões, que, conforme foi profetizado, continuarão se intensificando até que essa nação comece a dar ouvidos a Deus. Isso é algo que será determinado em grande parte pelas duas testemunhas de Deus para o tempo do fim.

Quanto mais EUA insista em seu orgulho, mais essa nação sofrerá. Até que ela seja completamente humilhada. Esta é a sentença do juízo de Deus. Deus determinou até que ponto EUA deve ser humilhado.

Isso pode ser comparado ao que Deus fez para humilhar Faraó na época de Moisés. Deus humilhou todo o Egito para libertar Israel do domínio desta nação. O Egito e todo o seu povo pagaram muito caro por seu orgulho. A maior parte das colheitas do Egito foi totalmente destruída. A maior parte de seus rebanhos foi destruída. E também todos os primogênitos do Egito morreram. E no final, Faraó e todo o seu exército foram destruídos no Mar Vermelho. O orgulho é um grande mal e um obstinado inimigo da razão.



A QUINTA TROMBETA: O primeiro Ai!

Embora a devastação que se segue aos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas resultará em uma destruição inimaginável e na morte de centenas de milhares de pessoas (talvez muitas mais), no último versículo do capítulo 8 de Apocalipse há uma advertência sobre acontecimentos muito piores que seguirão rapidamente. Quando armas nucleares comecem a ser usadas contra qualquer grande nação, com certeza começará uma grande guerra nuclear.

Enquanto eu olhava, ouvi uma águia que voava pelo meio do céu e dizia em alta voz: “Ai, ai, ai dos que habitam na terra, por causa por causa das outras trombetas que os três anjos ainda vão tocar!” (Apocalipse 8:13).

A expressão “ai” se refere aos terríveis efeitos de tudo isso, que serão muito, muito mais destrutivos em todo o mundo. Aqui se mencionam três ais. E esses ais se referem ao que ocorrerá quando se cumpram os acontecimentos anunciados pelas últimas três Trombetas. Esses ais estão relacionados com a execução da sentença do juízo de Deus para os seres humanos, porque eles se negam a dar ouvidos a Deus.

Então os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta começarão a ocorrer e o Primeiro Ai se cumprirá. Esta trombeta é descrita em termos muito específicos para enfatizar o tipo de destruição que começará em toda a Terra. Destruição que será muitas vezes maior que a destruição que virá sobre os EUA como resultado dos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas. Isso resultará em uma guerra nuclear em grande escala: a Terceira Guerra Mundial. Na realidade, essa guerra já haverá começado quando EUA for atacado. Mas o que acontecerá então terá pouca importância em comparação com o que acontecerá logo depois disto.

Os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta podem ser difíceis de entender, porque alguns deles se referem a Igreja de Deus e já se cumpriram. O resto dos acontecimentos anunciados por essa Trombeta, que ainda não se cumpriram, se cumprirão quando Satanás for solto de seu confinamento espiritual, como mencionei antes. Será então que Satanás vai usar todo o seu poder para levar ao mundo a uma guerra nuclear. Ele vai convencer a 10 nações da União Europeia a usar armas nucleares; algo que agora é inimaginável.

Na década de 1950, o Sr. Armstrong entendeu que 10 nações da Europa se uniriam e usariam armas nucleares em uma terceira guerra mundial. Mas o que não estava claro era como tudo isso ia acontecer. Até agora!

É fácil se sentir perdido em meio a tudo o que é revelado nas profecias sobre os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta. E por isso eu vou explicar o que foi profetizado nesses versículos. Se trata do último ressurgimento do antigo profético Império Europeu. O objetivo principal desse último ressurgimento é cumprir com exatidão um tempo profético. E isso vai se intensificar até se tornar um conflito nuclear entre as nações.

Será então que Deus vai intervir para evitar que essa guerra alcance proporções apocalípticas. Uma guerra que os seres humanos inevitavelmente começarão e que destruirá toda a vida na Terra se Deus não intervir. Mas Deus vai intervir em um momento muito específico para pôr um fim a Terceira Guerra Mundial. Mas antes disso, Deus vai interferir em alguns acontecimentos neste mundo e trabalhar através de certos acontecimentos do tempo do fim para motivar uma mudança na natureza humana e na atitude das pessoas. Para ajudar as pessoas a se afastarem do mal e se acercarem ao que é correto.

Para dar início a este processo, Deus permitirá que em um momento muito específico 10 nações se unam na Europa. E isso fará com que esta última guerra alcance proporções tão descomunais que Deus vai ter que intervir para salvar a humanidade do autoextermínio. Deus revelou que Ele vai intervir justo no momento em que esta guerra atingir tais proporções e que 1/3 de toda a vida na Terra será destruída. Porque se Deus não intervir, os seres humanos destruirão toda a vida no planeta.

Lembre-se de que não é Deus quem leva os seres humanos à guerra. Os seres humanos por si próprios estão sempre em guerra. E é apenas uma questão de tempo para que comece uma terceira guerra mundial, uma guerra nuclear. E se Deus não intervir, os seres humanos se destruirão. Mas Deus vai intervir e impedir que isso aconteça. Deus sabe o que é melhor para o ser humano e escolheu intervir justo nesta etapa do desenvolvimento dos seres humanos para ajudá-los a ver a si mesmos de maneira realista. Deus sabe o que é necessário para humilhar os seres humanos. Deus sabe exatamente quanto os seres humanos terão que sofrer como consequência de suas próprias ações para que eles finalmente comecem a buscá-lo.

E o quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço como a fumaça de uma grande fornalha e, com a fumaça do poço, escureceu-se o sol e o ar. E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder como o poder que têm os escorpiões da terra. (Apocalipse 9: 1-3)

Deus revela que Ele vai soltar a Satanás uma vez mais do confinamento espiritual em que ele está desde que terminou a Segunda Guerra Mundial. Deus não permite que Satanás use todo o seu poder; poder que Satanás normalmente usa para causar muita destruição e guerras. Ele é o destruidor. Mas ele não pode usar todo o seu poder, pois seu poder foi limitado durante grande parte da história da humanidade.

Os gafanhotos mencionados aqui simbolizam grandes exércitos e os escorpiões simbolizam o poder que esses exércitos possuem para atacar rapidamente. Nunca antes na história os exércitos das nações do mundo tiveram à sua disposição o tipo de poder que eles têm hoje, devido à tecnologia moderna. Principalmente o poder das armas nucleares.

Quando falei anteriormente sobre os acontecimentos anunciados pela Quarta Trombeta, eu disse que os EUA sofrerão ataques com armas nucleares e a consequência disso 1/3 da luz solar já não poderá chegar a superfície da terra nos lugares onde essas armas serão usadas. O fato de que a luz do sol não chegue a superfície da terra afetará não apenas uma grande parte dos EUA, mas também outras regiões do mundo, embora em menor grau.

Os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta farão com que a atmosfera se escureça mais por falta de luz solar, mas desta vez isso acontecerá em muitas partes do mundo. Isso causará muita destruição em todo planeta. Isto pode facilmente resultar na morte de centenas de milhares de pessoas. Porque isso vai causar enormes danos à agricultura, resultando em escassez de alimentos e fome. Outra consequência disso é que as temperaturas baixarão muito, causando frio extremo em muitas regiões do planeta.

Essas 10 nações da Europa cumprirão o que foi profetizado sobre elas quando elas concordarem em usar o arsenal nuclear que elas controlam. Porque, embora a aliança entre essas nações seja débil - como os dedos da estátua que eram feitos de ferro misturado com barro - essas nações têm muito poder, devido ao ferro nessa mistura. Poder que elas podem usar.

Se acerca o momento quando se cumprira o que está escrito nestes versículos. Você deve entender que ainda não está determinado quais serão as 10 nações que formarão esta aliança. Embora 10 nações europeias já tenham assinado um acordo de cooperação militar, uma ou mais delas podem decidir não participar neste acordo. Mas quando isto ocorrer, haverá exatamente 10 nações na Europa que formarão uma aliança e cumprirão esta profecia.

A verdade é que há apenas alguns possíveis cenários que se encaixam no desenrolar dos acontecimentos proféticos anunciados por esta Quinta Trombeta. Deus não revelou qual será a motivação dessas nações e o que cada uma delas fará, mas já se sabe quais serão a maior parte das nações que estarão envolvidas nisto. Independentemente de quais nações estarão envolvidas nisso e de como elas estarão envolvidas nisto, a destruição que isto causará será enorme. Disso você pode ter certeza.



A quem a Europa vai atacar?

A pergunta é: Contra quem essas 10 nações da Europa vão usar armas nucleares?

Quando a Europa se sentir pressionada e comece a usar armas nucleares, o mundo ficará em choque, ficará horrorizado. Muitos se lembram da comoção causada em todo o mundo pelos acontecimentos do dia 11 de setembro de 2001. Isto será muito pior. Desta vez, os EUA serão atacados com armas nucleares e ficarão completamente paralisados. Esta nação não será capaz de reagir adequadamente ao que vai acontecer por causa dos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas.

A profecia não revela quem vai atacar os EUA primeiro. Pode que seja algum Estado pária ou uma nação mais poderosa fazendo-se passar por um Estado pária. O que é evidente é que nenhuma das grandes nações faria isso diretamente.

No entanto, após a destruição causada pelos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas, o mundo aguardará para ver se os EUA serão capazes de responder a esse ataque com um contra-ataque, ainda que seja de forma limitada. E embora a profecia não revele se os EUA serão ou não capazes de contra-atacar ao responsável por esse ataque, fica claro que o seguinte importante acontecimento será o que é anunciado pela Quinta Trombeta.

As profecias deixam bem claro que então a Europa vai executar um ataque muito forte e eficaz contra os EUA. Mas como isto pode acontecer? E por que? Agora é impensável que a Europa possa fazer algo assim. Isso é algo realmente inimaginável. Tanto assim que a maioria das pessoas não vai acreditar que isso possa acontecer até que isso realmente aconteça.

A profecia anunciada pela Quinta Trombeta refere-se principalmente a 10 nações da Europa que se alçarão contra os EUA. Mas as razões pelas quais essas nações farão isso é algo que ainda não foi revelado completamente. Há apenas alguns cenários possíveis que se encaixam na decisão dessas 10 nações de usar seu arsenal de armas nucleares. Algo que elas farão!

A Bíblia revela que, como resultado dos acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta, haverá muita destruição e muitas pessoas morrerão nos EUA. Isso pode causar a destruição de 1/3 de todas as plantas, animais e vidas humanas. A resposta do povo americano a Deus, depois que essas armas nucleares forem usadas contra eles, determinará a extensão da destruição que eles experimentarão.

Como resultado dos acontecimentos anunciados pelas primeiras quatro Trombetas, os EUA receberão um terrível golpe que paralisará temporariamente sua infraestrutura. E por isso esta nação será incapaz de reagir adequadamente a esse ataque. Como eu disse antes, esse ataque pode vir de um Estado pária que usará apenas algumas armas nucleares, incluindo um ou mais ataques com bombas de pulso eletromagnético. Isso seria um pesadelo para a infraestrutura, para as comunicações, para o transporte, para o comércio e para muitas outras áreas. Isso causaria a perda de muitas vidas humanas.

Mas um ataque nuclear tão limitado não cumpre outras profecias que pressagiam a destruição de 1/3 desta nação. Porém o acontecimento anunciado pela Quinta Trombeta cumpre isso. No entanto, um ataque limitado pode cumprir a profecia anunciada pelas primeiras quatro Trombetas, que diz que 1/3 de todas as plantas, animais e vidas humanas será destruído nos lugares onde essas bombas sejam lançadas.

Quando algo totalmente inesperado aconteça tão rapidamente e sem que ninguém saiba de onde isso vem, o pânico se alastrará entre as nações do mundo. Todos terão medo do que pode acontecer depois disto. As pessoas provavelmente se perguntarão quanto tempo os EUA necessitarão para se recuperar e contra-atacar. E também a quem os EUA vão atacar. Outro problema é que, se os EUA contra-atacarem usando armas nucleares contra seu agressor, as nações da Europa se verão obrigadas a fazer o que seja melhor para seus próprios interesses.

Se a Europa pensa que a China ou a Rússia, ou ambos países, possam estar por trás de tal ataque aos EUA, isso poderia forçar a Europa a tomar uma decisão muito difícil. Mas não há nada na profecia que indique a participação da China e da Rússia antes dos acontecimentos anunciados pela Sexta Trombeta.

Por outro lado, se esse ataque aos EUA for perpetrado por uma nação que mantém relações estreitas com a China ou a Rússia, a maior preocupação da Europa será o que a China e a Rússia farão contra as nações europeias.

Em todos esses cenários, a pergunta é: O que aconteceria se os EUA perpetrassem um ataque com armas nucleares em grande escala contra a Rússia e a China assim que possam fazer isto? Nesse caso, essas 10 nações europeias poderiam concluir que, se os EUA pudessem fazer algo assim, a Rússia e a China provavelmente se sentiriam compelidas a reagir rapidamente para evitar isso. E a Europa não estaria errada em pensar que a Rússia e a China também poderiam atacar algumas nações europeias. Nações que poderiam ser consideradas aliadas dos EUA, principalmente considerando que a sede da OTAN está na Europa.

Se uma nação - ou um grupo de nações - vê claramente que está sendo compelida à uma guerra nuclear, quais são suas opções? Se uma nação pensa que, em tal cenário, armas nucleares serão usadas contra suas cidades, talvez a primeira coisa a considerar seja evitar esto, atribuindo-se a tarefa de exterminar totalmente, enquanto pode, a maior potência militar que o mundo já conheceu.

Poderia Europa pensar que seria melhor atacar os EUA para evitar um ataque da Rússia e da China e, assim, evitar uma guerra nuclear em todo o mundo?

É fácil chegar à conclusão de que essa escolha seria a mais viável, pois parece ser a escolha que poderia dar o melhor resultado. Tal escolha poderia impedir um ataque com armas nucleares em seu próprio território. Isso ajudaria a conter um mal maior, limitando a ameaça de radiação ao continente americano, que está a mais de 7.500 quilômetros de distância do continente europeu. Certamente, para a Europa esta seria uma opção muito melhor do que a enorme destruição causada pela radiação nos países europeus. Isso sem falar no grande número de pessoas que podem morrer nesse continente.

Seria possível que um cenário inconcebível como este se torne realidade entre as 10 nações deste último ressurgimento do profético Império Europeu? Existem outras profecias sobre este último ressurgimento que mostram a clara possibilidade de que isso aconteça.

Seja qual for o cenário, a realidade é que os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta revelam que 10 nações da Europa usarão parte de seu arsenal nuclear para evitar que EUA se recupere do ataque perpetrado contra ele. E o ataque da Europa será muito mais devastador do que o primeiro ataque, porque isso não apenas paralisará toda a nação, mas também fará com que seja impossível para essa nação se recuperar nas próximas décadas.



A atrocidade das guerras

É inevitável que as principais potências mundiais neste tempo do fim se envolvam em tamanha destruição que ocorrerá nesta terra. Algumas nações causarão muita destruição e morte com o arsenal de armas que elas possuem. Essas nações são mencionadas na Bíblia. (Não por seus nomes atuais, mas pelos nomes que elas eram conhecidas na época do Antigo Testamento). Mas também outras nações, que não são mencionadas especificamente na Bíblia, estarão envolvidas nesta última guerra mundial. O que acontece é que algumas nações têm um papel mais importante do que outras em tudo isso.

Todos os países que possuem armas nucleares as usarão. Exceto, talvez, os EUA. Esta guerra vai despertar muito medo entre as nações do mundo. Uma espécie de medo que o mundo nunca sentiu. As pessoas sentirão medo porque vão entender que os seres humanos podem destruir-se totalmente. A humanidade nunca foi confrontada com tal possibilidade antes. Esta grande guerra tem que causar esse tipo de medo nas pessoas, tem que causar toda essa destruição, antes que as pessoas comecem a olhar para si mesmas de maneira realista e comecem a odiar a fealdade de sua natureza humana egoísta.

Por mais horrível que isso pareça, na verdade isto vai ajudar os seres humanos. Deus revela que esses acontecimentos são necessários para levar os seres humanos à humildade e para despertar nas pessoas o sincero desejo de mudar sua própria natureza.

Tem sido horrível para Deus ver Sua própria criação se matar e se destruir como os seres humanos têm feito uns aos outros por quase 6.000 anos. Durante todo esse tempo, Deus tem mostrado continuamente aos seres humanos o caminho que leva à verdadeira paz e a prosperidade. No entanto, os seres humanos sempre rejeitaram as instruções de Deus e escolheram viver de uma maneira que só traz infelicidade, sofrimento, guerras e destruição de vidas; até o ponto de que crianças e pessoas inocentes se tornam vítimas de tudo isso.

Deus não pode intervir antes para pôr um fim a esta última guerra e salvar a vida de tantas pessoas inocentes no mundo, porque então os seres humanos nunca aprenderiam o que eles devem aprender. Os seres humanos devem aprender essas lições passando por sofrimentos que eles causam a si mesmos, para poder ter paz abraçando o caminho de vida de Deus. O plano de Deus, em Sua misericórdia, é que todos os que viveram e sofreram sob o domínio da natureza humana egoísta possam viver uma segunda vida física em um mundo governado por Deus. É triste que os seres humanos só aprendam da maneira mais difícil. Os próprios seres humanos são responsáveis ​​pela morte de tantas pessoas. Não Deus! Deus permite que as pessoas cometam erros para que elas possam aprender com esses erros. Da mesma forma que muitos pais têm que fazer com seus filhos.

Quando as pessoas vejam os horrores de uma guerra nuclear, elas finalmente começarão a querer mudar seus caminhos (seu modo de vida) e a corrupção deste mundo. Elas começarão a ver o que Deus lhes oferece, a verdadeira paz para sempre, e desejarão isto.

Quando Deus finalmente intervenha e ponha fim a essa guerra, as pessoas começarão a cooperar umas com as outras de maneiras que nunca foi possível antes. Elas aceitarão de bom grado a nova era que começará para os seres humanos, onde todos verão as guerras como o que isto realmente é. Este será o começo de uma mudança na natureza humana; algo que não pode ocorrer de nenhuma outra maneira.

Deus vai intervir e vai começar a mostrar aos seres humanos o caminho que conduz à verdadeira paz. Deus fará isso em um momento em que as pessoas realmente vão querer dar ouvidos ao que Ele diz. Então a guerra já não será exaltada nas nações. Ser soldado já não será visto como algo heroico ou patriótico. Já não haverá soldados ou exércitos em nenhum lugar do planeta. As crianças já não brincarão com brinquedos feitos com o propósito explícito de ensiná-las a matar ou lutar nas guerras. Já não haverá videogames que estimulem as guerras e façam as crianças pensar em lutar em guerras ou matar e destruir a outros seres humanos. As guerras ou a morte de outros que pensamos que são nossos inimigos já não serão idealizadas em livros e filmes.

As pessoas aprenderão porque elas verão a atrocidade das guerras. As nações aprenderão a cooperar umas com as outras em todos os âmbitos. E isso será reforçado pelo fato de que haverá apenas um governo em todo o mundo: o governo de Deus. As pessoas já não necessitarão criar organizações como as “Nações Unidas”. Uma ideia que mostrou ser infrutífera, pois é impossível alcançar a paz porque os governos do homem são egocêntricos, arrogantes, estão divididos e cheios de preconceitos.

Esta última guerra, a Terceira Guerra Mundial, será de fato a guerra que vai pôr um fim a todas as guerras.



A SEXTA TROMBETA: O segundo Ai!

Quando os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta terminem, uma grande destruição haverá ocorrido em todos os EUA. Os acontecimentos anunciados por essa Trombeta causarão a destruição de 1/3 dos EUA. O que significa que 100 milhões de pessoas – e talvez muitos mais – morrerão.

Então, os acontecimentos anunciados pela Quinta Trombeta haverão passado, porque João escreveu:

O primeiro “ai” já passou. Depois disso dois outros “ais” devem vir ainda.(Apocalipse 9:12)

Esse Primeiro Ai será apenas o começo de uma enorme destruição e a perda de muitas outras vidas.

Então o sexto anjo tocou a sua trombeta, e eu ouvi uma voz que vinha dos quatro cantos do altar de ouro que está diante de Deus. E ao sexto anjo, que tinha nas mãos a trombeta, a voz disse: “Solte os quatro anjos que estão amarrados perto do grande rio Eufrates!” Os quatro anjos foram soltos. Eles estavam preparados para essa hora, dia, mês e ano a fim de matar a terça parte da humanidade. E me foi dito que os soldados a cavalo eram 200 milhões. (Apocalipse 9:13-16)

Este Segundo Ai se trata da destruição anunciada pela Sexta Trombeta. Na descrição desta Trombeta é mencionado um enorme exército que será formado às pressas principalmente a partir de uma aliança entre a Rússia e a China, agravando ainda mais a guerra mundial, que para então já haverá começado. Muitas outras nações estarão implicadas nisso; nações que trabalharão às pressas para ampliar seu poderio militar. Essas nações farão isso porque o mundo inteiro será arrastado para esta última guerra. E todos saberão que o que os ameaça é uma guerra mundial de proporções sem precedentes!

Não há muito a dizer sobre a Sexta Trombeta, porque o significado dessa profecia é exatamente o que diz aqui. Este grande Ai que virá sobre os seres humanos causará a destruição de 1/3 da humanidade. Isso significa que mais de 2 bilhões e meio de pessoas morrerão! E embora agora isto seja inimaginável, isto é exatamente o que acontecerá em breve.

Deus vai permitir que os seres humanos causem toda essa destruição e tantas mortes. E tudo isso vai acontecer por escolha própria dos seres humanos. Mas mesmo depois de tudo isso, ainda haverá enormes arsenais de armas nucleares, que as nações poderão usar umas contra as outras. A destruição causada até então será causada por apenas uma pequena parte desse arsenal. E chegado a este ponto, se Deus não intervém, os seres humanos se destruirão totalmente. Mas Deus vai intervir para pôr um fim a essa loucura.



Mas ainda assim, o inimaginável!

E neste exato momento, com toda essa destruição e mortes em todo o mundo, Deus revela como a maioria das pessoas continuarão pensado.

O orgulho está tão arraigado na natureza humana que mesmo depois de tudo o que acontecerá, a maioria das pessoas continuará opondo-se a Deus e se negará a ouvir a razão pela qual todas essas coisas estarão acontecendo. Quando o período de tempo anunciado pelas primeiras seis Trombetas chegar ao fim, bilhões de pessoas terão morrido.

Embora a grande maioria das pessoas continuarão sem dar ouvidos a Deus, milhões de pessoas ao redor do mundo, nas nações que serão subjugadas, começarão a clamar a Deus e a dar ouvidos a Ele. Mas a grande maioria se negará a reconhecer que tudo isto vem de Deus ou a dar ouvidos a Deus.

É a isso que se referem os versículos que seguem a descrição desse exército de 200 milhões de soldados:

O resto da humanidade, isto é, todos os que não tinham sido mortos por essas pragas, não abandonou aquilo que eles haviam feito com as suas próprias mãos: eles não pararam de adorar os demônios e os ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que não podem ver, nem ouvir, nem andar. Também não se arrependeram dos seus crimes de morte, nem das suas feitiçarias, nem da sua imoralidade sexual, nem dos seus roubos. (Apocalipse 9: 20-21)

A expressão o resto da humanidade não se refere apenas às pessoas, mas também ao espírito e à atitude da grande maioria delas. Chegado a esse ponto, milhões de pessoas terão sido subjugadas e muitas delas começarão a se arrepender e a dar ouvidos a Deus. Elas clamarão a Deus por Sua intervenção e por libertação.

Nessas alturas, a destruição será inimaginável, pois 1/3 de tudo terá sido destruído. No entanto, a maioria das nações, as que ainda terão muito poder, ainda estarão cheias de orgulho e pensarão que podem sobreviver a tudo isso e se engrandecer novamente. Essas nações continuarão pensando que podem vencer esta guerra e resolver todos os problemas causados ​​por ela. A última coisa em que essas nações pensarão é em buscar a Deus ou em se arrepender de “seus próprios caminhos”.

Os seres humanos não darão ouvidos a Deus a menos que eles sejam humilhados. E isso é exatamente o que Deus vai fazer. Deus vai humilhar os poderes que continuem resistindo a Ele. Se Deus não fizer isso, essas nações vão destruir cega e obstinadamente a si mesmas e a toda a vida no planeta. O orgulho e a soberba estão profundamente arraigados nos seres humanos.



Uma marcante transição no tempo

Esta guerra nuclear não pode durar muito tempo, porque isso significaria o extermínio da raça humana. Esta guerra não pode durar anos, mas somente um curto período de tempo. E somente Deus pode acabar com esta guerra.

Os acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta começarão a se cumprir no momento que Deus intervenha para pôr um fim a Terceira Guerra Mundial. Uma guerra nuclear que até então haverá destruído grande parte do planeta e mais de 1/3 de toda a vida na Terra.

Neste ponto, é importante mencionar que Deus revelou o significado das primeiras seis Trombetas e também uma grande parte do que vai acontecer. E, como eu disse antes, há coisas proféticas que estão escritas sobre essas Trombetas que são definitivas e que acontecerão exatamente como foram escritas e reveladas. E eu também expliquei que há detalhes específicos que Deus ainda não revelou completamente.

Ao mundo já foi dito mais do que suficiente para que as pessoas possam saber e compreender o que em breve vai acontecer na forma de uma última guerra. O mundo não precisa saber todos os detalhes. A maioria desses detalhes não serão esclarecidos até que essas coisas aconteçam. O problema é que agora o mundo não quer ouvir nada sobre essas coisas. Porém, isso é o que o mundo vai experimentar.

E então chegamos à Sétima Trombeta. E eu não vou entrar em detalhes sobre isso agora, pois os acontecimentos anunciados por esta Trombeta e seu significado serão explicados no capítulo 7.

O segundo “ai” já passou. Mas olhem! O terceiro “ai” virá logo. Então o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu vozes fortes, que diziam: “Os reinos do mundo vieram a ser de nosso SENHOR e de Seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre!” (Apocalipse 11: 14 -15)

Este é o anúncio de que os governos do homem, que governaram nos últimos 6.000 anos, finalmente chegarão ao fim, e que então Deus vai intervir e começará Seu reinado na Terra, em Seu Reino, com Josué, o Cristo, como Cabeça. Será então que Cristo finalmente será Rei dos reis de toda a Terra.

E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seu trono, diante de Deus, prostraram-se sobre seu rosto e adoraram a Deus, dizendo: “Graças Te damos, SENHOR, Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o Teu grande poder e reinas. (Apocalipse 11: 16-17).

Deus sempre manteve o controle de Sua criação, mas Ele escolheu permitir que os seres humanos governassem a si mesmos durante 6.000 anos. Isso sempre foi parte do plano de Deus, para que assim os seres humanos aprendam que só o caminho de vida de Deus produz tudo o que é bom, duradouro e verdadeiro. O testemunho dos últimos 6.000 anos é que os caminhos dos seres humanos têm mostrado ser desastrosos.

Deus enfatiza a importância dessa transição entre o fim dos acontecimentos anunciados pela Sexta Trombeta e o começo dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta, inserindo duas importantes profecias antes de mencionar os acontecimentos anunciados pela última Trombeta.

A primeira coisa que Deus faz é inserir informação sobre o que Ele chama de Sete Trovões. Será então que esses Trovões vão parar de retumbar. Os Sete Trovões começaram a retumbar no dia 11 de setembro de 2001, quando o Sexto Selo foi aberto. Deu também diz que será nesse momento, nessa transição entre o fim dos acontecimentos anunciados pela Sexta Trombeta e o começo dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta, que o “mistério de Deus” começará a ser revelado, até que isso seja concluído. Deus fala sobre essas coisas dessa maneira para enfatizar a importância do que é dito sobre essa transição.

Logo que os sete trovões falaram, eu estava prestes a escrever, mas ouvi uma voz dos céus, que disse: “Sele o que disseram os sete trovões, e não o escreva”.

Então o anjo que eu tinha visto em pé sobre o mar e sobre a terra levantou a mão direita para o céu e jurou por aquele que vive para todo o sempre, que criou os céus e tudo o que neles há, a terra e tudo o que nela há, e o mar e tudo o que nele há, dizendo: “Não haverá mais demora! (Em grego esto significa que já não haverá que esperar mais). Mas, nos dias em que o sétimo anjo estiver para tocar sua trombeta, vai cumprir-se o mistério de Deus (em grego isto significa terminar, concluir, completar) conforme Ele o anunciou aos Seus servos, os profetas”. (Apocalipse 10: 4-7)

Aqui, os Sete Trovões do Sexto Selo são mencionados. Deus não permitiu que João escrevesse o que esses trovões predizem, porque isso só seria revelado no tempo do fim. A Igreja de Deus acredita que o que esses trovões anunciam já foi revelado. Você pode encontrar mais informação sobre isto em outras publicações da Igreja de Deus - PKG (Preparando para o Reino de Deus). Mas a realidade é que o mundo não poderá ver isso e muito menos poderá aceitar que isso seja verdade, até que tudo isso se cumpra e os acontecimentos anunciados por esses trovões tenham sucedido.

A razão pela qual a informação sobre esses Trovões é inserida na revelação de tudo isso é porque esses trovões continuaram retumbando desde o momento em eles que começaram a retumbar e eles continuarão retumbando até que todos os acontecimentos anunciados por eles finalmente se cumpram nessa transição, justo antes do começo dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta. E será então, nesse curto período de tempo, justo antes que os acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta começarem a acontecer, que os acontecimentos anunciados pelos dois últimos Trovões terão um maior impacto e se cumprirão completamente.

A segunda coisa que Deus faz é inserir uma profecia sobre o “mistério de Deus”, que então será concluído. O processo pelo qual esse “mistério” será concluído é algo realmente incrível. Esse “mistério” será concluído em um dos momentos mais dramáticos de toda a história da humanidade. E o que está escrito sobre o momento em que os acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta começam a acontecer?

Está escrito que então “o mistério de Deus” será concluído. O que significa que isso será completado e se cumprirá. Mas o que é esse “mistério” que os profetas de Deus anunciaram desde o princípio e que os seres humanos nunca compreenderam? Eu já falei sobre esse mistério antes. Isto é chamado de “mistério” porque é algo que os seres humanos nunca compreenderam; embora seja algo do qual tem-se falado durante milhares de anos.

O mundo só entendeu - e somente em parte - que Deus enviaria um Messias. E nem mesmo os discípulos entenderam o que isso significava. Eles só foram entender isso depois que Cristo ressuscitou e eles receberam o espírito santo no Dia de Pentecostes do ano 31 d.C. Este “mistério” tem a ver com o governo - com o reinado - do Messias no Reino de Deus, quando ele governará todas as nações do mundo.

E em um momento determinado isso se tornará realidade! Chegará o momento quando esse acontecimento será claramente revelado a todo o mundo. Chegará o momento quando Deus vai intervir e vai acabar com o autogoverno do homem e estabelecer o Seu Reino. Chegará o momento quando Deus enviará a “Pedra que os construtores rejeitaram”, que esmagará todas as nações e acabará com o autogoverno do homem pondo fim a última guerra entre as nações. As nações já não poderão se rebelar contra nada do que Deus fará a continuação.

Esse “mistério de Deus” mencionado aqui tem muito mais significado e será explicado com mais detalhes no capítulo 7. Esse mistério tem a ver com aqueles que serão ressuscitados para a vida espiritual e o que isso realmente significa. Isso se refere àqueles que virão para governar junto com Cristo. Este mistério tem a ver com esse governo e com o maior propósito desse governo, que é guiar a bilhões de pessoas, para que elas também possam receber a vida espiritual. Ainda há muitas coisas que devem se cumprir, que devem ser feitas, no plano de Deus. Coisas que os seres humanos nunca souberam. É por isso que tudo isso permaneceu como “um mistério” por quase 6.000 anos.

E além de revelar do que tratam os Sete Trovões do Sexto Selo, há algo mais que é revelado entre os acontecimentos anunciados pela Sexta Trombeta e o começo do cumprimento dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta. Isso tem a ver com as duas testemunhas de Deus para o tempo do fim. A Igreja de Deus acredita que sabe quem são essas duas testemunhas e o que é a obra que elas estão fazendo. Mas Deus é quem decide quando e como essas duas testemunhas serão reveladas ao mundo. Isto é algo que está nas mãos de Deus. E ainda não se sabe tudo o que essas duas testemunhas devem cumprir e como elas farão isto. Nem mesmo a Igreja de Deus sabe isto.

A verdade é que o começo dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta do Sétimo Selo marca um momento muito específico. Deus revela que este será o momento mais importante e mais significativo de toda a história da humanidade. Antes pensávamos que Cristo virá para estabelecer o Reino de Deus sobre as nações da Terra quando os acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta terminarem. Mas isto não é verdade. A vinda de Cristo será somente o começo do cumprimento dos acontecimentos anunciados pela Sétima Trombeta.